Por que é que a tua Vida está como está…aos 45 anos?!

Olá!

Se estás a ler este artigo é muito provável que estejas na casa entre os 40 e os 50 e sentes que a tua Vida está à quem do que sonhaste há 20 anos atrás (ou mais!).

Treze anos depois fico com a ideia de que não sou o único com estas situações ou dúvidas: nos meus eventos, e nas empresas por onde passo, encontro muitas pessoas zangadas, tristes, deprimidas, cansadas ou à derivas. Elas descobriram que mais de metade da sua vida já foi, mas que estão longe de serem felizes.
Achavam que a vida era uma coisa, e afinal é outra; ensinaram-lhes que a carreira é tudo, que é preciso “portar-se bem”, mas depois a vida ficou uma m*!
Acredito que possas ser uma dessas pessoas… afinal foste atraído para este e-book por alguma razão, certo? Não me atrevo a pensar sequer porquê… não sou ninguém para imaginar sequer o que estás a passar! Acredito que queres muito mudar, que queres encontrar forma de melhorar as coisas, mas que nem sabes bem por onde começar. Talvez aches que és velho demais, que a vida já vai longa demais, que não será fácil enfrentar o mundo que te rodeia. Talvez tenhas uma história de dificuldades, desventuras e corajosas vitórias, talvez a tua vida desse uma novela, um filme. Nem imagino o que possas ter passado…mas estou certo que és capaz de mais, que conseguirás ir mais longe. Acredito mesmo muito nisso, ainda
que tu próprio tenhas dúvidas. E acredito que está na altura de arregaçares as mangas… quem disse que é tarde demais para mudar?!

Aqui fica, humildemente, a minha experiência: quero dar-te uma visão mais ampla da vida, daquela que pode ser a tua vida! Quero que entendas o que está a acontecer, quero ajudar-te a veres o mundo com outros olhos, como um dia também fizeram comigo. Permites-me ajudar-te?
Aqui ficam, 3 das 8 razões que acredito serem as principais “candidatas” a tornar a tua vida uma m****.
Nada me garante que sejam as TUAS razões, mas, no global, são as que mais vejo quando trabalhamos juntos, nas empresas, pessoalmente e nos meus eventos.
Analisa-as, encontra as que te prendem, e solta as amarras… Coragem, está na hora de mudar

  1. Estás adormecido… já reparaste que metade da tua vida já foi?!

A esperança média de vida ronda os 80 a 90 anos, pelo que se tens 45 já foi metade, genericamente… valeu a pena? Estás a fazer o que gostas? Com quem gostas? Viajaste? Viste uma ópera ou andaste de montanha-russa? Já saltaste de um avião? Ou viste a aurora boreal? Já fizeste amor na praia? Já fizeste o que quer que seja que te faz sentir vivo?! Muitas pessoas vivem as suas vidas em “piloto-automático”, sem perceberem que as decisões são delas, que a vida acontece em função das suas próprias decisões. Na maioria das vezes assumem-se como “vítimas” da vida, assumem que ela lhes “acontece” e pronto, nunca chegando a tomar as rédeas à séria. E tu? As rédeas da tua vida, estão firmemente nas tuas mãos? És tu quem vai ao volante?

2. Ditadura da carreira e do sucesso financeiro

Tens que ser alguém, tens que ter uma carreira, tens que ter sucesso… e já agora, esse sucesso mede-se pela quantidade de dinheiro que tens na tua conta bancária, pela casa em que vives, pelo carro que conduzes, pelos locais onde passas as tuas férias. Ouviste estas coisas desde pequeno, incorporaste-as na tuas vida, mas à medida que o tempo passa percebes uma de duas coisas: se conseguiste tudo isto, não estás feliz, não “chegaste lá”, interiormente; se ainda não conseguiste, tens a frustração de não ter conseguido, e, ao mesmo tempo, de ver que os que conseguiram estão infelizes…. Tudo fica confuso, aparentemente sem lógica, num beco sem saída! Afinal TER coisas não era a meta?

3. Ditadura da dignidade

Tens que trabalhar para ganhar dinheiro, só assim ele é digno. Provavelmente ouviste esta e outras afirmações (“o dinheiro não nasce nas árvores!”, outra muito comum) várias vezes, e por isso assimilaste que quem tem ou ganha muito dinheiro com pouco esforço é mau, “chico-esperto”, enganou alguém, aproveita-se dos mais frágeis… Isso faz com que
fujas de oportunidades de ganhar mais dinheiro facilmente, com que menosprezes oportunidades de crescimento financeiro e pessoal, com que passes a tua vida na “roda do rato”, trabalhando para poupar uns trocos para uma qualquer emergência, mas sem nunca ficares verdadeiramente independente, financeiramente.

Descarrega o artigo completo aqui: https://lampcoach.com/ebook-vida-m-45/

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *